Auxílio Brasil: Quem recebe pode trabalhar de carteira assinada?

Saiba as regras do Auxílio Brasil para quem trabalha com carteira assinada

O Auxílio Brasil é um benefício concedido pelo Governo Federal, que recentemente foi reajustado para R$600para as famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Por isso, é preciso que os beneficiários se enquadrem nos requisitos do programa, para o valor ser liberado.

Portanto, várias dúvidas vêm surgindo, uma delas é sobre a possibilidade e conseguir um emprego de carteira assinada e continuar recebendo o Auxílio Brasil. No entanto, é preciso ficar atento a uma das principais condições para manter o pagamento do benefício, o limite da renda familiar per capita.

Conforme as normas do programa, quando o valor máximo é ultrapassado pela família, sendo R$210 por pessoa, o benefício pode ser cortado imediatamente. Por isso, aqueles beneficiários que tem intenção de conseguir um emprego formal, desiste para não perder o benefício.

Mesmo assim, o Ministério da Cidadania assegura que o pagamento do Auxílio Brasil não é cancelado para quem esteja trabalhando de carteira assinada. Portanto, o pagamento é mantido, a não ser quando o valor do salário recebido seja maior que a renda por pessoa exigida para a família.

Além do mais, existe um tempo de carência para o Auxílio Brasil de dois anos para quem começou a trabalhar, ainda que a renda da família seja maior que a estabelecida. Diante disso, o valor máximo é de R$525 por pessoa, o que corresponde 2,5 vezes a mais que a margem tradicional, de R$ 210.

Portanto, a conclusão, é que ter um emprego com carteira assinada não impede o beneficiário receba o benefício, contudo, com a renda per capita familiar maior estabelecida conforme as regras do Governo Federal.

Quem tem o direito de receber o Auxílio Brasil?

O pagamento mensal do benefício está destinado as famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Contudo, ainda é preciso enquadrar nas regras de elegibilidade do Auxílio Brasil, sendo elas:

  • Ter renda familiar per capita mensal de até R$ 105, caracterizando família em situação de extrema pobreza;
  • Ter renda familiar per capita mensal entre R$ 105,01 a R$ 210, caracterizando família em situação de pobreza, porém, desde que tenha em sua composição gestante, nutriz ou pessoa de até 21 anos incompletos.

O benefício pode ser liberado para outros grupos, desde que enquadrem no limite de renda:

  • Trabalhar com carteira assinada;
  • Microempreendedor Individual (MEI);
  • A pessoa que possui alguma outra fonte de renda.

Datas de pagamentos de setembro

Receber o Auxílio Brasil com carteira assinada
Imagem: Créditos/Canva

Os pagamentos do Auxílio Brasil acontecerão nos dez últimos dias úteis do mês, que vão de 19 a 30 de setembro, de acordo com o Número de Identificação Social (NIS).

  • NIS com final 1: pagamento 19 de setembro de 2022;
  • NIS com final 2: pagamento 20 de setembro de 2022;
  • NIS com final 3: pagamento 21 de setembro de 2022;
  • NIS com final 4: pagamento 22 de setembro de 2022;
  • NIS com final 5: pagamento 23 de setembro de 2022;
  • NIS com final 6: pagamento 26 de setembro de 2022;
  • NIS com final 7: pagamento 27 de setembro de 2022;
  • NIS com final 8: pagamento 28 de setembro de 2022;
  • NIS com final 9: pagamento 29 de setembro de 2022;
  • NIS com final 0: pagamento 30 de setembro de 2022.
  • Certamente, você também vai gostar:

    Imposto de Renda: Confira a data da restituição do último lote

    Não deixe de acompanhar diariamente o Supercuriosidade para não perder nada da economia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies