Auxílio Brasil será mantido em 2023? Saiba mais

Saiba como será o Auxílio Brasil no próximo ano

Estamos em um ano eleitoral, e os candidatos à presidência do país tem propostas diferentes para o Auxílio Brasil no próximo ano. Os dois candidatos que disputam o segundo turno das eleições divulgaram suas propostas do auxílio, que hoje passou a ser a principal fonte de distribuição de renda do Governo Federal.

Assim, as propostas são extremamente importantes para as 20 milhões de famílias em todo o país. Nos governos anteriores, o benefício tinha o nome de Bolsa Família. Contudo, o programa sofreu alterações em 2021, e passou a se chamar Auxílio Brasil.

Dessa forma, muitas pessoas ainda estranham o novo nome do benefício, visto que ele de fato foi reformulado. Os dois candidatos a presidência do país foram os dois percursores dos dois nomes acrescidos ao programa social.

Quais são as propostas para o Auxílio Brasil

Proposta do candidato Bolsonaro (PL)

O presidente atual apresentou sua proposta para o Auxílio Brasil, e caso seja reeleito, o Governo Federal manterá a quantia para aos beneficiários, que atualmente é de R$600 reais. Assim, para os parâmetros de elegibilidade, não foram feitas nenhuma declaração.

Embora no orçamento para o próximo ano, a quantia que aparece no orçamento do Auxílio Brasil deverá ser somente de R$405, orçamento esse que foi enviado ao Congresso Nacional pelo Governo Federal. Ao questionar os assessores do presidente, eles afirmaram que vão tentar negociar a quantia de R$600.

Proposta do candidato Lula (PT)

Já o ex-presidente, apresentou uma proposta em que fará uma mudança da quantia atual de R$600 acrescentando mais R$150 para aquelas famílias que tiverem crianças.

A quantia oficial do programa é de R$400 e teve o reajuste através da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) reajustando a quantia para R$600 até dezembro de 2022.

Qual é o futuro do benefício?

O que será do Auxílio Brasil em 2023?
Imagem: Créditos/Canva

Nas duas propostas apresentadas, a quantia de R$600 só vai ser mantidas caso haja aprovação do Congresso Nacional. Assim, os analistas dizem que o valor de R$600 do Auxílio Brasil para o próximo ano passaria o valor do teto de gastos, com isso geraria mais custos para União.

Portanto, será necessário ficar de olho nas eleições, conferir quais são as propostas que os candidatos irão apresentar. Dessa forma, até o final desse ano, mesmo depois do segundo turno, nada mudará no programa.

Certamente, você também vai gostar:

> Auxílio Emergencial faz pagamentos retroativos: Saiba mais

Não deixe de acompanhar diariamente o Supercuriosidade para não perder nada da economia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies