Auxílio Gás: Aprenda a se cadastrar e receber até R$710

Saiba como fazer o cadastro ao Auxílio Gás para receber até R$710

O Auxílio Gás, mais conhecido como Vale-Gás, teve uma modificação depois da aprovação da PEC ‘Kamikaze’, ou PEC ‘dos Benefícios’. Isso acontece devido o benefício criado para dar auxílio as famílias que estão em situação de maior vulnerabilidade social a adquirir o gás de cozinha, teve um aumento no valor das parcelas.

Assim, antes da mudança do Auxílio Gás, a quantia paga era relacionado a 50% do valor nacional médio de um botijão de gás de cozinha de 13kg. O valor total era recebido através de uma sondagem da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Contudo, depois da PEC, as famílias passaram a depender do valor do pagamento de R$110 no mês de agosto, no momento que teve a primeira rodada de pagamentos com o novo valor. O auxílio ainda está sendo pago a cada dois meses, por esse motivo, no mês de setembro o pagamento não foi feito.

Contudo, as datas para os pagamentos seguintes, em outubro, estão disponíveis para consulta.

Calendário de pagamento de outubro do Auxílio Gás

Auxílio Brasil + Auxílio Gás

  • 18/10 – Final de NIS 1
  • 19/10 – Final de NIS 2
  • 20/10 – Final de NIS 3
  • 21/10 – Final de NIS 4
  • 24/10 – Final de NIS 5
  • 25/10 – Final de NIS 6
  • 26/10 – Final de NIS 7
  • 27/10 – Final de NIS 8
  • 28/10 – Final de NIS 9
  • 31/10 – Final de NIS 0

O pagamento do benefício é feito a cada dois meses, e o próximo pagamento acontecerá em no mês de dezembro. Dessa forma, está previsto que seja o ultimo pagamento, tendo em vista que a PEC limita os pagamentos com esse valor até dezembro.

Portanto, além disso, o valor da parcela de agosto foi de R$110. Contudo, muitas famílias ganham o Auxílio Gás e o Auxílio Brasil, e ambos os benefícios estão sendo pagos na mesma data. Assim, as famílias beneficiárias dos dois auxílios vão receber no mês de outubro e dezembro o valor de R$710.

Isso só está acontecendo, por que o Auxílio Brasil também sofreu modificações devido a PEC, com as parcelas aumentando de R$400 para R$600 até o final desse ano.

O que é necessário para receber

No mês de agosto, o auxílio foi pago para aproximadamente 5,7 milhões de pessoas. Então, precisamos lembrar que não adianta pedir o benefício. Isso porque o próprio Ministério da Cidadania seleciona automaticamente quem irá receber o auxílio através das informações que estão no CadÚnico.

Assim, é necessário que os dados estejam atualizados, tendo em vista que esse banco de dados é usado pelo Governo para liberar não só o Auxílio Gás, mais outros benefícios também. Além do mais, é necessário lembrar que as condições para ter direito ao benefício não tiveram mudanças com o documento da PEC.

Isso quer dizer que as famílias com renda mensal per capita de até R$ 606, ou meio salário mínimo, ou as famílias que dispõem de um membro que tenha o Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas), terá o direito de receber. Contudo, o que poderia acontecer é que algumas famílias, mesmo que se enquadrem nas regras, ainda não receba.

Um dos motivos para tal, é que as quantias pagas são depositadas conforme os orçamentos que o Governo dispõe para o benefício. Assim, se não houver dinheiro para fazer os pagamentos a todas as famílias que teriam o direito, é necessário que se faça uma triagem baseada em critérios específicos, que auxiliam as famílias que tem a maior necessidade do dinheiro.

Auxílio Gás estará ativo em 2023?

Auxílio Gás: Aprenda a se cadastrar e receber o benefício
Imagem: Créditos/Canva

Para iniciarmos, é preciso dizer que o Auxílio Gás vai continuar durante o ano de 2023. Contudo, as parcelas bimestrais poderão sofrer variação, considerando o cálculo feito através da Agência Nacional do Petróleo (ANP). No início, houve uma alta em 2022 nos pagamentos, por causa de uma ordem extraordinária do poder público.

No entanto, antes de ocorrer a alta, o Governo Federal repassava a quantia de 50% do valor integral de um botijão de 13kg. Mas, a partir da decisão do Governo Federal, os valores bimestrais tiveram um aumento, chegando a 100%, levando em consideração o valor do botijão cheio.

Contudo, é previsto, que o valor integral só será pago até dezembro desse ano. Assim, no início de 2023 o Auxílio Gás voltará a ser pago em 50%. Portanto, os valores poderão sofre alterações, especialmente por causa da variação proporcionada pelo cálculo necessário.

Certamente, você também vai gostar:

> Abono Salarial faz pagamento a quem trabalho em 2020

Não deixe de acompanhar diariamente o Supercuriosidade para não perder nada da economia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies