Identidade Jovem: Projeto do Governo oferece transporte gratuito

Saiba como funciona o projeto Identidade Jovem do Governo Federal

O governo Federal, lançou no país o Identidade Jovem (ID Jovem) que beneficia jovens em situação de vulnerabilidade social. O projeto foi lançado em 2016, e faz parte da Lei Federal nº 12.852, oferecem diversos benefícios para jovens de determinadas faixas etárias.

Caso queira saber mais sobre o Identidade Jovem, quais são as regras e quem pode utiliza-lo? Pois bem, continue nos acompanhando logo abaixo e saiba se você tem direito nesse programa.

Saiba tudo sobre o Identidade Jovem do Governo Federal

Recentemente, 260 mil jovens já fazem parte do programa em todo o país. O programa está sendo coordenado atualmente pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. Entre os benefícios oferecidos pelo programa, estão:

  • Temos o pagamento de meia entrada em shows, cinemas, eventos esportivos e artísticos;
  • Descontos ou gratuidade em meios de transporte;
  • Isenção de taxas para emissão de carteira estudantil, dentre outros.

É necessário informar, que o Identidade Jovem não é o mesmo Documento Nacional Estudantil, o programa apenas isenta de taxa na solicitação do documento. Além do mais, esse programa é direcionado para todos os jovens, não apenas para aqueles que estão estudando.

Assim, o programa também tema finalidade de incentivar os jovens a se manter nos estudos, portanto, é necessário que os jovens tenha algum tipo de vínculo ou matrícula em instituições de ensino, de acordo com a idade do usuário. No momento de fazer a inscrição, é necessário levar os documentos que comprovem o vínculo.

Como ter acesso ao programa?

Conheça o projeto que dá meio período e transporte gratuito
Imagem: Créditos/Canva

Enfim, os jovens que se enquadrarem nos requisitos a baixos podem ter acesso ao Identidade Jovem:

  • O jovem deve ter entre 15 e 29 anos de idade;
  • Ter o cadastro no Cadastro Único (CadÚnico) e mantenham suas informações sempre atualizadas;
  • Obter o número de Identificação Social (gerado ao inscrever-se no CadÚnico);
  • Façam parte de famílias que tenham renda mensal de até dois salários mínimos federais.

Portanto, vale ressaltar que o benefício não é somente para quem estuda, contudo, todos os jovens que se enquadrarem nas condições acima. Logo, os jovens que tenham interesse no programa, devem ir a um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência e fazer o cadastro para o Identidade Jovem.

Certamente, você também vai gostar:

https://supercuriosidade.com/aposentadoria-saiba-como-calcular-o-valor/

Não deixe de acompanhar diariamente o Supercuriosidade para não perder nada da economia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies