PIS/Pasep paga fortuna para trabalhadores

Saiba se você tem direito em receber parte dos quase R$24 bilhões do PIS/Pasep

As pessoas que trabalham a partir da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), ou melhor, de carteira assinada, tem diversos direitos previstos na legislação, como PIS/Pasep. Assim, ter férias remuneradas, folga semanal remunerada, criação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e pagamento adicional por horas extras estão entre esses direitos.

Outro direito concedido ao trabalhador é o abono salarial do PIS/Pasep (Programa de Integração Social e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público). Dessa forma, cada direito alcança um grupo específico. O PIS por exemplo, é destinado para os trabalhadores da área privada, e no caso do Pasep beneficia os servidores públicos.

Contudo, a instituição financeira também não é a mesma: a Caixa Econômica Federal fica a cargo do PIS, já o Banco do Brasil o Pasep. Dessa forma, o novo valor que o trabalhador receberá é o abono salarial.

PIS/Pasep dá direito a cotas para trabalhadores

De acordo com a Caixa Econômica, existem aproximadamente 10,6 milhões de trabalhadores que tem o direito no resgate dos valores relacionados às cotas do PIS/Pasep. Assim, esses trabalhadores podem ter direito a uma parte do valor de R$ 24 bilhões que esperam o saque. Contudo, nem todos os trabalhadores poderão fazer esse saque.

Isso ocorre porque as cotas do PIS/Pasep beneficiam o trabalhador que trabalhou de carteira assinada durante certo tempo. Dessa forma, tem direito, o colaborador que atuou entre os anos de 1971 e 1988. Portanto, caso você tenha direito, essa solicitação pode ser feita online, no aplicativo do FGTS.

Como solicitar esse valor?

É preciso dizer, que o pedido de resgate do valor pode ser feito no aplicativo do FGTS, pois as cotas do programa migraram para lá. Por isso, a primeira coisa a se fazer para pedir o valor é baixar o aplicativo do FGTS. Baixe o aplicativo no: https://bityli.com/qzXXd.

Após baixar o aplicativo, é necessário fazer o login na conta. Caso seja o primeiro acesso, você precisará fazer um cadastro. Logo depois, no menu tem a opção “Mensagens”. Clique nessa opção e selecione “Você possui saque disponível”.

PIS/Pasep espera acertar com trabalhadores valores retidos
Imagem: Créditos/Cut.org

Portanto, após fazer isso, caso a pessoa tenha direito ao saque, a opção estará disponível sob o nome “Solicitar o saque do PIS/Pasep”. Assim, basta conferir se os dados estão certos. Se estiver, prossiga e informe qual a conta será o destino para o deposito do valor do abono salarial. Para finalizar, é necessário confirmar a operação e aguardar o depósito.

O resgate do valor também pode ser feito presencialmente. Portanto, basta ir na agência da Caixa mais próxima. Não se esqueça que é necessário levar os documentos de identificação pessoal com foto e a certidão do PIS/Pasep, oficial.

Os herdeiros também tem o direito de fazer o saque desse dinheiro. Contudo, é necessária uma declaração que que determine que a pessoa possui, pela lei, o direito ao saque.

Certamente, você também vai gostar:

> Auxílio Brasil: O que fazer para não ser excluído do benefício

Não deixe de acompanhar diariamente o Supercuriosidade para não perder nada da economia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies