Tarifa Social de Energia Elétrica: Tenha desconto de até 65%

Saiba se você tem direito na Tarifa Social de Energia Elétrica

Nos últimos anos, a energia elétrica ficou mais caro, e por isso surgiu o programa social Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE). O programa em questão, oferece ás famílias em situação de vulnerabilidade social descontos no talão de energia elétrica.

Uma lei criada em abril desse ano assegura esse desconto. Dessa forma, como qualquer outro benefício, será preciso atender algumas regras para ter acesso ao Tarifa Social de Energia Elétrica.

A Tarifa Social de Energia Elétrica com 65% de desconto

Para ter essa dedução no valor da conta de energia, o beneficiário tem que ter uma renda per capita menor ou igual a meio salário-mínimo ou renda de até três salários-mínimos, também precisa fazer parte do Cadastro Único ou do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Assim, os idosos acima de 65 anos ou pessoas com deficiência física que já tenham cadastro no BPC poderão obter o Tarifa Social de Energia Elétrica e ter essa dedução na conta de energia. Para aquelas pessoas que desejam saber qual é sua renda per capita, basta somar todos os salários formais recebidos e dividir pelo número de integrantes.

Assim, a Tarifa Social de Energia Elétrica é oferecida de acordo com o consumo mensal das famílias. Portanto, o desconto vai de 10% a 65%, e o máximo do consumo, ainda, é de 220 kWh. Confira:

  • de 0 a 30 kWh: 65% de desconto;
  • de 31 kWh a 100 kWh: 4o% de desconto;
  • de 101 kWh a 220 kWh: 10% de desconto;
  • a partir de 221 kWh: 0% de desconto.

Além disso, também é possível ter a isenção total da conta de energia através do programa de Tarifa Social de Energia Elétrica. Isso o só ocorre com as famílias quilombolas e indígenas cadastrados no Cadastro Único e que se enquadram nas regras de renda supramencionado. Dessa forma, o limite do consumo também será de 220 kWh e podendo chegar a 100% de desconto para aqueles que utilizam até 50 kWh. Confira:

Tarifa Social de Energia Elétrica: Tenha desconto de até 65%
Imagem: Créditos/Canva
  • de 0 a 50 kWh: 100% de desconto;
  • de 51 kWh a 100 kWh: 40% de desconto;
  • de 101 kWh a 220 kWh: 10% de desconto;
  • a partir de 221 kWh: 0% de desconto.

Para finalizar, para pedir o benefício, não é necessário se dirigir até uma distribuidora de energia de seu município, porque o cadastro da Tarifa Social de Energia Elétrica é feito de forma automática quem tem direito ao benefício.

Certamente, você também vai gostar:

> FGTS: caixa libera saque-aniversário de até R$3.000

Não deixe de acompanhar diariamente o Supercuriosidade para não perder nada da economia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies